5 dicas para sua captação de recursos em 2022

Estamos chegando ao fim de dois anos diferentes para as ONGs.

Atividades que paravam e retornavam com a pandemia. Doadores mudando prioridades para doações emergenciais. Recessão econômica.

2022 se aproxima prometendo menos pandemia e mais normalidade.

Será que vai ser isso mesmo? No momento em que escrevo, 16/12, parece que sim.

Considerando essa retomada, e seguindo nossa tradição de fazer um artigo especial de fim de ano, quero compartilhar com você 5 dicas para ajudar na sua captação no próximo ano!

Vamos lá?

planilha planejamento recursos

Comece o ano planejando a captação de recursos

Essa é a dica mais permanente e mais importante de todas. 

Se sua organização é como a maioria, Janeiro é um mês comparativamente mais calmo nas atividades.

Por isso, aproveite o período para planejar sua captação de recursos. Se tiver feito o dever de casa e já estiver com planejamento pronto, use o mês para revisar o planejamento e se aprimorar.

Uma captação bem-sucedida, como sempre dizemos por aqui, é um misto de bom planejamento com execução permanente e resiliente.

Começar com planejamento afiado é entrar o ano com pé direito.

Começar sem planejamento é pedir para ter um ano difícil.

Coloque editais entre as suas estratégias – e comece já em janeiro

Não sei a causa da sua ONG – ou se é apenas um profissional da captação buscando se aprimorar. Mas posso te afirmar uma coisa: coloque editais entre as suas estratégias.

Entre as 18 estratégias mapeadas pela Norte, editais é a mais democrática e universal de todas. Há editais para todas as causas e tamanhos de organizações.

Para você ter uma ideia, segundo estimativas, anualmente são distribuídos mais de R$ 3 bilhões via editais!

Legal, né? Mas como captar uma parte desse montante? 

Crie uma meta

Como primeiro passo, sugiro criar uma meta de inscrição em editais.

Defina quantas inscrições devem ser feitas ao longo do ano. Uma dica aqui é dividir este número pela quantidade de semanas para ver se fica excessivo.

Se sua meta for se inscrever em 52 editais, isso quer dizer um por semana. Você consegue dar conta disso?

Comece logo

Fevereiro é um dos meses em que mais editais se encerram. Sabe o que isso quer dizer? Que muitas organizações promotoras de editais realizam processos logo no começo do ano para definir os aportes semestrais ou anuais.

Ou seja, não perca tempo! Aproveite que janeiro é um mês com menos atividades para intensificar as inscrições!

banner consultoria

Recursos incentivados, como você deve saber, são aqueles que geram abatimento de impostos ao doador. O doador doa x e abate o total ou parte desse valor dos impostos devidos. Se quiser ler mais, clica aqui!

2021 foi um ano especialmente difícil para quem trabalha com esta estratégia. O governo dificultou a aprovação de projetos – o que inviabilizou que muitos captassem.

Vale lembrar que 2022 é um ano eleitoral, então há possibilidade dessa aprovação ser ainda mais incerta e demorada.

Por isso, se você quer trabalhar com recursos incentivados em 2022, sugiro que comece já a buscar a aprovação do projeto!

Quer trabalhar com a Lei de Incentivo ao Esporte? Submeta a proposta ao Ministério o mais breve possível!

Invista no relacionamento com empresas de lucro real

Em 2022, considerando que a pandemia termine, podemos ter muitas empresas voltando a faturar e a lucrar.

E porque isso é interessante para a captação de recursos? Porque uma empresa tributada pelo regime tributário “Lucro real” que tenha lucro em 2022 é uma forte candidata a doar para sua ONG!

O que é lucro real?

Qualquer empresa precisa pagar impostos. A forma como o imposto a pagar é calculado é conhecida como “regime tributário”.

No Brasil, micro e pequenas empresas são tributadas em um regime chamado “Simples”. Empresas um pouco maiores costumam ser tributadas por “Lucro presumido” e as ainda maiores por “Lucro real”.

Na prática é um pouco mais complicado, mas por hora essa definição basta. 

Porque uma empresa de lucro real que dê lucro é uma oportunidade?

Uma empresa tributada pelo regime tributário de lucro real que dê lucro precisa pagar impostos.

E a boa notícia é que, se pagam impostos, podem doar para sua ONG com algum nível de abatimento fiscal.

Se sua ONG tiver projetos incentivados aprovados, poderá captar com estas empresas para estes projetos. Se não tiver, ainda assim pode captar com abatimento parcial, conforme uma lei pouco conhecida sobre a qual falamos aqui!

Considerando que muitas empresas devem voltar a dar lucro em 2022, invista no relacionamento com elas desde o começo do ano. Pode ser uma grande oportunidade!

ferramentas gratuitas para organizações sociais

Não coloque todas as suas fichas na campanha de natal

Campanhas e eventos de natal são tradicionalmente o grande momento de captação de muitas ONGs.

Se esse é o seu caso, cuidado!

2022 é ano de Copa do Mundo, cuja edição terminará, excepcionalmente, em 18 de dezembro.

Sabemos como o Brasil funciona – ou, melhor dizendo, não funciona – durante uma Copa. Os jogos da seleção devem prejudicar MUITO as campanhas de Dia de Doar e respingar nas de Natal.

Por isso, se sua organização é do tipo que reza pelo fim do ano para captar no natal, invista mais em campanhas ao longo do ano.

Ah… um outro detalhe importante é que outubro tem eleições. Mais um motivo para você REALMENTE não apostar no fim do ano para captar!

Uma reflexão final

Trabalho há quase 10 anos com captação de recursos. E há 10 anos é a mesma coisa.

Algumas organizações estão com olhar pessimista para o próximo ano. E elas sempre tem razão. Sempre dá para olhar para o ano seguinte e ver as dificuldades.

A Copa. A crise. O governo.

Já outras organizações batendo recorde de arrecadação de doações.

Será que elas fazem milagre? Não. Elas só fazem.

E fazem com planejamento.

Planejar a captação e executar com persistência é a mais perene e universal dica de todas e a que vai gerar oportunidades.

Vai servir em qualquer ano.

Sem isso, não tem milagre. Não há dica que salve.

Curtiu o texto? Quer mais dicas? Comenta aqui!!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer se juntar a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.