Posts

A Pesquisa Doação Brasil 2020, do IDIS, traz dezenas de dados MUITO interessantes para quem trabalha com captação de recursos.

O mais relevante, na minha opinião, é um pouco desanimador: os brasileiros doaram MENOS em 2020 do que em 2015. O valor caiu de R$ 13,7 bilhões em 2015 (0,23% do PIB) para R$ 10,3 bilhões em 2020 (0,14% do PIB).

Já havíamos falado sobre estes números em outro artigo.

Vale salientar que este não é o valor TOTAL de doações no Brasil. Apenas de indivíduos. Aqui não consideramos governo, estratégias de geração de renda nem outras fontes privadas, como empresas.

Apesar desta notícia ruim, considero que os resultados da pesquisa são  animadores e nos mostram grandes oportunidades!

planilha planejamento recursos

Analisando a queda no valor doado por indivíduos

Vamos começar fazendo uma análise do número acima.

As doações de indivíduos caíram. Ok. Mas, segundo a mesma pesquisa, elas caíram nas faixas mais baixas de renda enquanto AUMENTARAM nas faixas mais elevadas.

51% dos brasileiros que ganham entre 6 e 8 salários mínimos doaram em 2015, valor menor do que os 58% que doaram em 2020.

Seguindo a tendência, 59% dos brasileiros que ganham mais de 8 salários mínimos doaram em 2020, contra apenas 55% em 2015.

As quedas nas doações ocorreram nas faixas mais baixas de renda, muito provavelmente devido à crise econômica. Entre os que ganham até 2 salários mínimos, por exemplo, os doadores caíram de 32% para 25%

Analisando a percepção sobre as organizações sociais

A notícia mais positiva do estudo, no meu ponto de vista, diz respeito à percepção dos entrevistados sobre as organizações sociais.

A opinião dos brasileiros sobre a transparência das ONGs, por exemplo, melhorou muito nos últimos cinco anos. Hoje, 45% acreditam que elas deixam claro o que fazem e 41% as veem como confiáveis – contra 28% e 21%, respectivamente, há cinco anos.

O papel das ONGs também parece estar muito mais claro. Hoje, 74% acreditam que elas são necessárias para ajudar no combate a problemas sociais, frente a apenas 57% em 2015.

Como resultado, o conceito “Doação” é visto como “positivo” por 89% dos entrevistados, enquanto cultura de doação tem uma percepção positiva de 85%.

banner consultoria

Análise geral da pesquisa

Para mim, essa pesquisa traz uma mensagem clara: OPORTUNIDADE.

Vivemos hoje em um país que tem condições de viver um boom de doações nos próximos anos.

Não um boom de doações como o da pandemia, alimentado pela urgência e atrelado ao resultado concreto da doação. Mas, sim, um crescimento mais sólido e sustentável.

A pesquisa nos mostra que a percepção do brasileiro sobre as ONGs teve um salto significativo nos últimos anos. Em outras palavras, a sociedade entende mais o papel das organizações sociais e acredita nelas como ferramentas para transformação.

Talvez esta nova visão ainda não tenha se traduzido em doações devido à crise econômica. Mas em um futuro próximo, quando a economia começar a retomada, podemos colher os frutos dessa credibilidade.

Sua organização está preparada para esta nova era?

Apesar desta visão positiva, não acredito que toda e qualquer ONG começará, como mágica, a ver o dinheiro entrar do dia para a noite.

Na verdade, como sempre dizemos por aqui, o sucesso na captação de recursos é um processo de dentro para fora. Dinheiro entrando é reflexo de organização interna, não de fórmulas mágicas ou milagres.

Por isso, para aproveitar as oportunidades que a pesquisa anuncia, é muito importante que você SE PREPARE para este futuro que virá com a retomada econômica.

ferramentas gratuitas para organizações sociais

Como recomendamos que você se prepare para captar mais?

Acredito que há dois pontos fundamentais para que sua organização aproveite a retomada econômica para ampliar a captação de recursos:

Faça um planejamento estratégico – Um planejamento estratégico é um documento que consolida Missão, Visão, Valores e outros aspectos de longo prazo da sua organização. Ele é fundamental para que você alcance os resultados desejados e, principalmente, não desvie o rumo para supostas oportunidades que fatalmente irão surgir.

Faça um planejamento da captação de recursos – Um planejamento de captação de recursos é necessário para que você alcance sustentabilidade financeira permanente para sua organização. Ele vai reunir diretrizes, metas, estratégias e planos de ação, de uma forma organizada que te permita executar e revisar resultados periodicamente.

Nós, da Norte, podemos te ajudar tanto na elaboração do planejamento estratégico quanto do planejamento da captação. Se quiser nossa ajuda, peça um orçamento e teremos prazer em trabalhar com você 😊

planilha planejamento recursos