Posts

Qual orçamento da sua ONG para 2022?

Como você vai medir os resultados de cada um dos projetos?

Quais estratégias de captação você pretende usar para alcançar os recursos necessários?

Se você não soube responder a alguma das três perguntas acima, você provavelmente terá dificuldades em 2022.

Apesar da falta de planejamento estar na raiz da maioria dos problemas das ONGs, muitas iniciam o ano ainda sem planejar passos básicos. 

A boa notícia é que ainda estamos em janeiro e há tempo de corrigir a rota.

Para te ajudar a planejar 2022 e a iniciar um ano diferente, vou te apresentar abaixo três planejamentos que você PRECISA ter: Planejamento de orçamento, planejamento de projetos e planejamento da captação de recursos.

planilha planejamento recursos

Planejamento de orçamento

Elaborar um orçamento é o primeiro passo para uma captação de recursos bem sucedida e sustentável. 

Sem saber quanto sua ONG custa, você não tem como saber quanto precisa captar e, por consequência, não tem como planejar sua captação de recursos. Sem um planejamento, como sempre dizemos por aqui, seus resultados tendem a ser pontuais e insuficientes.

O que é um orçamento?

Resumidamente, um orçamento é um documento com a previsão de quanto sua organização deve gastar para funcionar durante determinado período.

Como fazer um orçamento?

Abaixo 4 passos para fazer seu orçamento para 2022:

  1. Defina o período do orçamento

Um orçamento pode ter qualquer periodicidade. Pode ser mensal, trimestral, semestral e por aí vai.

Como o orçamento anual é o mais comum – e também o mais útil para você -recomendo que faça um orçamento para todo ano de 2022.

Ele irá de janeiro a dezembro. Será dividido em 12 meses. 

  1. Elabore o orçamento operacional

Orçamento operacional é o somatório de todos os custos operacionais da sua ONG em 2022.

Mas o que são, exatamente, custos operacionais? São todos os gastos necessários para o funcionamento da sua ONG que não dependem da realização de projetos. Em outras palavras, são os custos que, se os projetos forem fechados, seguirão existindo.

Alguns exemplos de custos operacionais: contador, salário do diretor da ONG, aluguel da sede, manutenção da sede, auditoria e custo da gráfica para imprimir material de reunião.

Mas como fazer o orçamento operacional?

Simples: liste todos os custos operacionais e depois preveja quanto você deve gastar em cada um deles em cada mês de 2022.

Somando tudo, você terá o orçamento operacional da sua ONG.

Se quiser ler com mais detalhes este passo-a-passo, dá uma olhada nesse post aqui! 

  1. Elabore o orçamento de projetos

Orçamento de projetos é o somatório de todos os custos ligados diretamente aos projetos da sua ONG em 2022.

O que são, exatamente, custos de projetos? São todos os gastos necessários para que os projetos de sua ONG aconteçam, na prática. Em outras palavras, gastos que deixarão de existir caso você cancele algum projeto.

Alguns exemplos de custos de projetos: professor de oficina, material de oficina, alimentação nas aulas, passagem para professores, manutenção do espaço de aulas.

Mas como fazer o orçamento de projetos?

Simples: liste todos os custos ligados a cada um dos projetos e depois preveja quanto você deve gastar em cada um deles em cada mês de 2022.

Somando tudo, você terá o orçamento de projetos da sua ONG.

Se quiser ler com mais detalhes este passo-a-passo, dá uma olhada nesse post aqui! 

  1. O orçamento consolidado

O quarto e último passo para chegar no seu orçamento final é o mais simples de todos: somar cada um dos orçamentos que você fez e descobrir qual o custo real da sua ONG para funcionar no próximo ano.

Se sua ONG tem um custo operacional de R$ 150.744 e seu projeto tem o custo de R$ 103.680, o orçamento anual é de R$ 254.424.

banner consultoria

Planejamento da captação de recursos

Agora que você já sabe QUANTO precisa para funcionar, deve definir COMO acessar este recurso.

A melhor forma de resolver esta questão de um jeito sustentável e permanente é planejando sua captação de recursos.

Mas como? 

Segundo nossa metodologia, são 5 passos!

  1. Estabeleça diretrizes

Como um planejamento de captação de recursos é um plano com muitas possibilidades e comumente construído a muitas mãos, é importante que o primeiro passo seja estabelecer diretrizes. Elas vão disciplinar todas as decisões que vierem depois.

Recomendo que suas diretrizes sejam compostas por até cinco frases, iniciadas com verbos, que reflitam o que você deseja para a captação de recursos.

Um exemplo: Conseguir recursos para começar a remunerar a diretoria.

  1. Defina uma meta global

Quanto você quer captar em 2022?

Pode ser o valor do seu orçamento. Mas, claro, você pode querer mais.

Você pode querer captar o orçamento de 2022 e mais uma sobra para um fundo de reserva. Porque não?

O importante, neste passo, é você chegar em um número claro, que será sua meta global.

  1. Defina estratégias

Uma vez que você tenha definido a meta global, é importante entender como chegar lá.

Nossa metodologia fala em 18 estratégias possíveis, que você pode conferir clicando aqui. Escolha até cinco estratégias que você conseguirá executar com qualidade em 2022! Elas serão as estratégias do seu planejamento!

Um exemplo de estratégia muito escolhida por organizações é Editais, por ser muito democrática!

  1. Crie metas específicas

Definidas as estratégias, é hora de criar metas específicas.

Assim como você criou uma meta global, faça uma meta para cada estratégia escolhida.

Cabe lembrar que o somatório das metas de cada uma das estratégias precisa ser o mesmo valor da meta global.

Quer um exemplo? Captar R$ 100 mil até 31/12 com editais.

  1. Faça um plano de ação

Planos de ação são pequenos projetos necessários para fazer as estratégias acontecerem. As diretrizes moldam, as metas apontam, as estratégias possibilitam e os planos de ação definem como as estratégias vão acontecer.

Indico a metodologia 5w2h para elaboração do seu plano de ação porque ela é simples e completa. Aponta de forma clara as perguntas que são realmente essenciais para que você entenda o que precisa fazer.

Se quiser ler um pouco melhor sobre ela, clique aqui!

ferramentas gratuitas para organizações sociais

Planejamento dos projetos

Você provavelmente conhece muito bem os projetos da sua ONG.

Mas eles estão estruturados de uma forma que você consiga explicá-los para qualquer um? Você conseguiria defender o porque deles existirem e mostrar objetivamente seus resultados?

Um projeto estruturado e planejado permite que você tenha todas as respostas necessárias. É a chave para que atinja os objetivos sociais e capte os recursos necessários.

Mas como planejar um projeto?

  1. Defina o problema

Todo projeto começa por uma justificativa, ou seja, uma afirmação de porque o projeto deve existir.

Faça uma apuração de dados, busque indicadores e depois resuma tudo em um papel, mostrando a amplitude do problema e como seu projeto ajuda solucioná-lo.

Se quiser ver este passo com mais detalhes, clique aqui!

  1. Defina a solução

Nesta etapa você vai mostrar como pretende solucionar o problema apresentado, detalhando os seguintes elementos do projeto:

  • Apresentação resumida
  • Como funciona
  • Colaboradores envolvidos
  • Região de atuação
  • Público atendido
  • Cronograma de atividades

Se quiser ver este passo com mais detalhes, clique aqui!

  1. Como a solução será avaliada?

Depois que terminar a execução do cronograma, você precisará avaliar se a solução foi bem sucedida.

Uma avaliação precisa é fundamental para você e sua equipe saberem se estão indo pelo caminho certo, e quais correções são necessárias. Também é importante para captar recursos, pois dá segurança ao doador.

Mas como criar métricas?

  • Estabeleça objetivos
  • Crie indicadores
  • Estabeleça metas

Se quiser ver este passo com mais detalhes, clique aqui!

Uma palavra final

Você provavelmente vê o ano de 2022 com algum grau de preocupação, certo?

Seja pela pandemia, pelo cenário econômico ou pelas dificuldades mais recorrentes.

Mas saiba que a melhor forma de você encarar os desafios de 2022 é com planejamento!

Os planejamentos sobre os quais falamos acima não são soluções mágicas nem vão te blindar de problemas. 

Mas, se planejando, você torna a ONG mais resistente às tempestades e facilita correções de rumo no meio do caminho.

Espero ter ajudado e um ótimo 2022!!